Carregando...

A Credibilidade e a Importância da Segurança Empresarial nos Tempos Modernos!

  • 01 FEV/17
  • ABSEG
  • Site

O Mundo Corporativo se torna cada vez mais competitivo e globalizado. As empresas buscam crescer de forma sustentável, embora o cenário econômico difícil não facilite este crescimento, aliás, muito pelo contrário. As empresas perdem capital, negócios e produtos. E com isso buscam alternativas para se manterem competitivas ao mundo moderno, procurando cada vez mais ações que garantam sua sustentabilidade.

Para colaborar com este cenário “não promissor”, pesquisas apontam que o tema que os brasileiros mais temem é a falta de segurança! Segundo estatísticas divulgadas recentemente no Relatório Global sobre Assentamentos Humanos, do Programa das Nações Unidas (ONU), 70% dos brasileiros se sentem inseguros. Este índice reflete nossa realidade, pois mostra uma preocupação nacional em nosso País, que engessa os investimentos externos em nossa Nação.

Diante deste contexto, vemos uma área sendo cada vez mais requisitada e apresentada ao Mundo Corporativo como algo que não pode ser mais vista como uma atividade meio, e sim a cada dia a vemos a Área de Segurança Empresarial, sendo cada vez mais envolvida em todos os processos da Cadeia Industrial.

Em seu início, os Bancos foram os pioneiros na contratação de profissionais para a Proteção Patrimonial, como exigência legal e hoje vemos em nosso dia-a-dia todo forma de comércio que gere renda, bens e produtos, constituindo sua área de Security, seus processos, ações e equipamentos, visando prover sua segurança orgânica. Hoje, esta preocupação não é apenas legal, mas sim uma necessidade atual que se faz necessária para que as empresas, as indústrias, e todo e qualquer pessoa jurídica possa crescer de forma sustentável, a Segurança se apresenta como braço forte para ser este aliado ao mundo moderno e cenário político, econômico e criminal que vivemos.

Recentemente tivemos em nosso país dois grandes eventos; a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas e Paraolimpíadas em 2016. Neste último evento esportivo creio que o tema mais discutido foi a Segurança dos Jogos Olímpicos. A preocupação com o tema e a ideia de possíveis atentados terroristas fizeram com que os investimentos e ações na área fossem prioridade.

Precisamos, portanto, de segurança e não vivemos sem ela! O cenário mudou, evoluiu, e nós também evoluímos com ele. Hoje temos no Brasil aeroportos com leitura biométrica facial, que muitos Países de primeiro mundo ainda não possuem.

Não podemos ser uma área atuante pelo que vemos apenas! Quero dizer com isso, que como Profissional de Segurança Empresarial, devemos suportar a alta administração visando sempre atuar de forma preventiva, vislumbrando cenários prospectivos. As mudanças e ações não devem ser adotadas somente quando da materialização de ocorrências que geram perda ao patrimônio e a vida humana, mas sim de forma Inteligente fazer as ações planejadas visando se preparar e antecipar ao que esta por vir!

As vezes as crises nos fazem ver coisas que não observamos em tempos normais, mas sábio é aquele que enxerga além e observa os riscos antes de chegarem à sua porta.

As empresas buscam a competitividade, novos negócios, acompanhar as tendências futuras e, para que isso ocorra, investem em novos talentos, procuram profissionais cada vez mais capacitados e diferenciados, desenvolvem políticas de Recursos Humanos para reter talentos, ofertam benefícios diferenciados, enfim, buscam alternativas para crescerem de forma sustentável. De acordo com seu foco, negócio e atividade-fim, querem os melhores engenheiros, químicos, advogados. Para as atividades “meio”, ou as áreas que não são o “Core Business”, também buscam bons profissionais, mas será que dispensam o tempo necessário para discutirem roubo de carga ou ataques em caixas Eletrônicos? Ou estes temas serão prioridade apenas quando uma carga não chegar no cliente pois foi roubada em uma rodovia, ou quando o caixa eletrônico da empresa explodido em meio a sua fábrica…

Nas Olimpíadas Rio 2016, foram discutidos onde ficariam os atletas, se as pistas estavam em ordem, o que deveria ser construído, como deveria ser o estádio, a iluminação, a vila olímpica, etc.; como seria a segurança dos atletas, em nossos aeroportos, a Inteligência, a prevenção e a mitigação de atentados terroristas, a atuação da tropa contra o terror, etc.

Dessa mesma forma, devemos discutir como será nosso produto, como venderemos, como será nossa ação de marketing, qual será o valor de venda, para quem venderemos; mas também devemos pensar de forma prioritária em como está nossa Segurança, como a segurança de nossas cargas, nosso Controle de Acesso, área perimetral, sistema de CFTV, e assim por diante.
O mundo moderno nos faz pensar 360°. Devemos analisar o todo e hoje a Segurança está inserida em todo processo de qualquer empresa ou indústria e abrangendo riscos iminentes e futuros para além do perímetro da organização.

A Segurança é hoje fator decisório para o Crescimento Sustentável de nossas empresas! Cresce quem pensa de forma segura, desde a chegada da matéria prima a sua empresa, até a entrega de sua mercadoria ao seu cliente. Em todos os processos a Segurança hoje se faz presente. E mesmo quando não de forma visível fisicamente, ela deve se fazer presente no anonimato, atuando de forma Inteligente e Velada, visando garantir o cumprimento fiel para a qual fora materializada e objetivada sua missão dentre a atividade fim dentre vossas empresas.

Autor: Rodrigo Villela Dirani
Oficial da Reserva do Exército Brasileiro. Ex-Comandante da Polícia do Exército e Instrutor do Centro de Instrução de Operações de Garantia da lei e da Ordem. Atualmente é Gestor de Segurança Empresarial na Robert Bosch Ltda, Coordenador do Grupo de Proteção Industrial do CIESP Campinas/SP, e Diretor ABSEG Interior Estado de SP.


Associe-se à ABSEG

A ABSEG é a principal entidade voltada para os interesses e atividades dos profissionais de todos os setores do segmento de segurança privada no Brasil, e seu maior ativo é o conhecimento de seus associados.

associe-se agora!

vídeo institucional